terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

O valor da amizade.

 


Ser amigo e ter amigos são grandes alegrias em nossas vidas.

A presença de um amigo torna nossa existência mais feliz.

O que sentimos quando estamos perto de nossos amigos mais amados? Como se manifestam as batidas do nosso coração?

O que temos vontade de dizer para eles?

Com certeza, as respostas a estas questões estão relacionadas a bons sentimentos, boas palavras, porque a amizade é uma grande riqueza que podemos cultivar em nosso dia a dia.

Sim, a amizade precisa ser cultivada da mesma forma que dispensamos cuidados diários a uma planta rara. Ela necessita da rega generosa das palavras, do sol amistoso dos contatos, da terra fofa da generosidade.

A vida é uma construção cotidiana, a partir de nossas realizações, nossos desejos, nossas ações, nossos sentimentos.

Como certa inspirada compositora podemos dizer que não é algo como chegar no topo do mundo e saber que venceu. É mais sobre escalar e sentir que o caminho nos fortaleceu.

A vida não está pronta e definida. Temos algumas vitórias que devemos comemorar pelo esforço e dedicação empenhados na tarefa.

Também podemos comemorar o esforço a cada passo dado no caminho com a consciência de que, em nosso percurso diário, podemos aprender constantemente e nos sentirmos mais fortes e entusiasmados.

Digamos que a vida é como ser abrigo e também ter morada em outros corações.

E assim ter amigos em todas as situações.

Na trajetória terrena, podemos ser guarida para muitos corações amigos. Também podemos construir morada na vida daqueles que percorrem esta jornada terrena conosco.

É assim que vamos criando os laços de amizade que nos iluminam.

No entanto, lembrarmos que não podemos ter tudo.

Qual seria a graça do mundo se fosse assim?

Encontramo-nos em desenvolvimento, por isso ainda não temos tudo. Mas, podemos nos alegrar com as conquistas que vamos alcançando, a pouco e pouco.

Podemos imaginar que se tivéssemos tudo que desejássemos, talvez ficaríamos acomodados, sem perseguir progresso e melhorias.

Por isso, eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim - dizem os versos da canção.

E nós?

Somos dos que preferimos os sorrisos e os presentes que a vida nos traz?

As coisas materiais são passageiras, mas as pessoas que verdadeiramente cativamos, em nossa trajetória, são para sempre.

Estejamos conscientes que a amizade é conquista do sentimento.

A amizade une as criaturas. Dá a mão aos mais fracos.

Ameniza a solidão de quem se sente ao abandono.

A amizade zela e abençoa, ajudando sempre.

É benigna, gentil. É perseverante.

A amizade nos prepara para voos mais altos de abnegação e sacrifício. Para o amor.

Cultivemos nossas amizades, trazendo essa primavera em flor para dentro de nós.

Permitamo-nos nos envolver por esse perfume suave, essa terna melodia, arrefecendo as agruras das nossas existências.

Enriqueçamos, por nossa vez, as vidas dos nossos amigos com a benfazeja presença da nossa amizade verdadeira, sólida, fiel.

Redação do Momento Espírita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Doe Sangue

Doe Sangue